Contato via E-mail E-mail de Contato
lucas@lubrimaq.com.br

Dep. Comercial / Técnico
(11) 98160-0626

  PRINCIPAIS CLIENTES :



 

Aplicação

O tratamento visa o recondicionamento físico completo do fluído, aumentando o grau de limpeza e reduzindo teores de água, gases, sólidos e borras a níveis excedentes aos do óleo novo.
Durante o período pré-determinado, nossos técnicos, sob orientação prévia da contratante, efetuam, sem parada do equipamento (ou conforme a necessidade) a circulação do fluído em operação.
Poderão ser fornecidos, após, laudos de contagem de partículas após a filtragem sendo emitido por nosso laboratório parceiro (de acordo com norma ISO 4406 ou NAS 1638)

PRINCIPAIS BENEFÍCIOS

A multiplicação da vida útil do lubrificante, uma vez que o mesmo se torna ácido em função da combinação da temperatura, alguns gases (principalmente O e H), partículas metálicas (cobre, ferro, chumbo, etc...) e fundamentalmente água, que mesmo em dissolução.
É extremamente nociva e formadora de compostos ácidos.
A preservação de componentes internos (bombas, válvulas, etc..) partículas geram desgastes que geram partículas.
Essa "usinagem" e "travamentos" não ocorrem em fluídos limpos.
Os gases facilitam o atrito entre peças e a perda da transmissão de potência em fluídos hidráulicos, além de que alguns desses são corrosivos.
Obtém-se a desgaseificação completa do fluído. São eliminados, ao longo do trabalho, o surgimento de vazamentos em vedações, pois as mesmas são normalmente "atacadas" por compostos ácidos.

PREVENÇÕES DE FLUÍDOS

Preditiva:
Verificar mensalmente as condições do fluído nos elementos filtrantes existentes nos tanques, válvulas, bombas, sistemas, etc .
Verificar através da preventiva os tipos de contaminantes.
Preventiva:
Verificar as condições dos fluídos através de analises Kal Fischer, contagem de partículas, ferrografia, viscosidade, cor e acidez.
Corretiva:
Corrigir os fluídos através de Purificação através de tratamento Centrivácuo, Termofiltro ou Filtro Prensa, com elementos nominais ou absolutos.

PURIFICAÇÃO DOS FLUÍDOS INDUSTRIAIS

Os requisitos de limpeza para os fluídos hidráulicos, lubrificantes e térmicos têm mudado significativamente nos últimos anos.
Os padrões de limpeza aceitáveis há alguns anos não são mais suficientes para muitos sistemas hidráulicos de hoje.
Vários sistemas de classificação diferentes têm sido usados por várias organizações e empresas para definir e medir o nível de limpeza para fluídos hidráulicos e lubrificantes usados nos equipamentos.
Visando padronizar o método usado para expressar o nível de contaminações de partículas em óleo hidráulico, a International Standarts Organization (ISO) desenvolveu a norma ISO 4406.
A ISO 4406 é uma norma conhecida internacionalmente, que não apenas expressa o nível de contaminação do óleo hidráulico por partículas, como também é usada para especificar o nível exigido de limpeza para componentes e sistemas hidráulicos.
A norma ISO 4406 é um sistema de classificação de pureza hidráulica, baseado no número de partículas de contaminação maiores que 2 microns, 5 microns, e 15 microns numa amostra de 1 mililitro do fluído.
Uma vez determinados o número e o tamanho das partículas, os pontas são traçados num gráfico padronizado de números na faixa ISO. O formato de classificação ISO 4406 oferece três faixas de números que são separados por uma barra, por exemplo 20/14/12.
O primeiro número corresponde ao número de partículas de tamanho superior a 2 microns.
O segundo número corresponde número de partículas de tamanho superior a 5 microns, enquanto que o terceiro número corresponde ao número de partículas superior a 15 microns.
Os requisitos de limpeza para os fluídos hidráulicos, lubrificantes e térmicos têm mudado significativamente nos últimos anos. Os padrões de limpeza aceitáveis há alguns anos não são mais suficientes para muitos sistemas hidráulicos de hoje.
Vários sistemas de classificação diferentes têm sido usados por várias organizações e empresas para definir e medir o nível de limpeza para fluídos hidráulicos e lubrificantes usados nos equipamentos.
Visando padronizar o método usado para expressar o nível de contaminações de partículas em óleo hidráulico, a International Standarts Organization (ISO) desenvolveu a norma ISO 4406.
A ISO 4406 é uma norma conhecida internacionalmente, que não apenas expressa o nível de contaminação do óleo hidráulico por partículas, como também é usada para especificar o nível exigido de limpeza para componentes e sistemas hidráulicos.
A norma ISO 4406 é um sistema de classificação de pureza hidráulica, baseado no número de partículas de contaminação maiores que 2 microns, 5 microns, e 15 microns numa amostra de 1 mililitro do fluído.
Uma vez determinados o número e o tamanho das partículas, os pontas são traçados num gráfico padronizado de números na faixa ISO.
O formato de classificação ISO 4406 oferece três faixas de números que são separados por uma barra, por exemplo 20/14/12.
O primeiro número corresponde ao número de partículas de tamanho superior a 2 microns. O segundo número corresponde número de partículas de tamanho superior a 5 microns, enquanto que o terceiro número corresponde ao número de partículas superior a 15 microns.
Todos os três valores para os números da faixa pertinente podem ser determinados usando-se tabela padronizada ISO 4406, baseada no todos os três valores para os números da faixa pertinente podem ser determinados usando-se tabela padronizada ISO 4406, baseada no número real de partículas contadas numa amostra de 1 mililitro para cada categoria de tamanho (>2, >5, >15 microns).
Por exemplo, se uma amostra de 1 mililitro contém 6.000 partículas de 2 mm, 140 partículas de 5 mm e 28 partículas de 15 mm, o fluído teria uma classificação de pureza de 20/14/12.
O número de partículas de 2mm (6.000) cai na faixa de maiores de 10.000 resultando um número na faixa de 20 da ISO 4406.
O número de partículas de 5mm (140) cai na faixa de maiores que 80 e menores que 160, resultando num número na faixa de 14 da ISO 4406 .
O número de partículas de 15 mm (28) cai na faixa de maiores que 20 e menores que 40, resultando num número na faixa de 12 da ISO 4406.

Solicite uma visita técnica, um de nossos técnicos irá efetuar uma visita sem nenhum custo para juntos acharmos a melhor soluções do problema de sua empresa.

Entre em Contato Conosco
Empresa *
Nome *
E-mail *
Telefone de Contato
( ) -
Mensagem*

*Campos Obrigatorios